15 de dezembro de 2011

Onde vai parar este mundo meu Deus?


     Ontem fui fazer compras de Natal, comprei meus livros, minha mana comprou roupas para ela, e depois fomos comprar os brinquedos de meus primos na Rihappy. Ao entrar lá fiquei impressionada com o tamanho das filas e a quantidade de gente que circulava por lá. Havia um monte de crianças gritando: "mas mamãe, eu quero a boneca que fala em inglês, não essa aí!","papai compra o carrinho de controle remoto! esse daí num faz nada!".     
     Quando comecei a andar pela loja á procura dos presentes, comecei a me lembrarem quando eu tinha uns 4 anos e ia fazer compras de natal com minha tia  a minha madrinha. Era diferente do que eu vi hoje; quase não haviam bonecas que falavam, e os carrinhos de controle remoto eram o auge da tecnologia de brinquedos naquela época. Eu não ficava chorando por bonecas que falavam. Na minha lista de natal sempre tinha bonecas que ao contrário das de hoje em dia não faziam nada, apenas eram... fofas, e com uma carinha tãão bonitinha que eram perfeitas para serem minhas filhas; barbies que também não faziam nada, mas viviam aparecendo na TV e quando eu tinha 4 anos pedi uma bicicleta. Fico impressionada de como são as listas para o Papai Noel hoje em dia: boneca que anda fala, e ainda faz suas necessidades na fralda, casa da barbie com chuveiro. Carrinho de controle remoto, Nerf com tiros de maior distância, helicópteros que voam de verdade...
     Outro dia fui em uma festa de aniversário, me surpreendi novamente não apenas pelos presentes que a menina estava ganhando e sim pelas músicas que a criança fazia questão de passar na música dela: variava de funk a axé, de forró a Justin Bieber. Não que eu tenho algum preconceito a esse tipo de música é só que... na minha época nada disso era passado nas festas infantis; as músicas variavam de Eliana a Sandy & Junior e de Xuxa a Adriana Partipim.
     Acho que a infância está cada vez mais sendo destruída. Nada era como a 8 anos atrás, em que nós crianças passávamos horas andando de bicicleta/velocípede e brincando de pique no meio da rua, nós meninas brincávamos de casinha e de chá de bonecas enquanto os garotos empinavam pipa e brincavam de bolinha de gude/biloca.
      Não sei, mas eu não tenho total certeza que essas crianças de hoje em dia terão um futuro tão bom como nós crianças de antigamente estamos vivendo no presente.


14 comentários:

mia disse...

Também acho! Está tudo diferente, e as crianças estão mais habituadas a coisas caras, mas inúteis, que poderiam ser substituídas por algo mais barato.

Sigo o blog, o meu é:http://mia-fa bulous.blogspot.com

Bjs, mia

Patriny Marcelle disse...

Disse tudo Pipoquinha. A infância está sendo destruída a cada dia que passa. Me surpreendo até com meninas de 10 anos que já falam de sexo como se fosse a coisa mais normal do mundo. Nessa idade eu ainda brincava de bonecas.
Beijos
P.S. Adorei o post. Vc escolheu um assunto muito bom.

Ágatha disse...

Olá,Gostaria de fazer parceira?
Meu blog e http://mylittleworldagatha.blogspot.com/
Se quizer fazer parceira deixe um comentario no meu blog

Mari disse...

poisé estamos vivendo em um mundo onde não estamos acostumados a viver

http://atrevidasspace.blogspot.com/

bjus

Deisi disse...

Floor tem tag pra vc no blog CCC'
Kiss ♥

http://fanideisi.blogspot.com

Alice disse...

Oi tudo bom?
eu gostaria mto de fazer parceria com o seu blog , por favor se vc quiser me diga !
http://depoisdaescola-alice.blogspot.com/

Lari disse...

É verdade o que você falou!
Bjs!

www.larissamerlo.blogspot.com

Bruh Barz disse...

Nossa falou e disse!
CONCORDO!
Vejo mha priminha q tem 7 anos e acredita q ela detesta brincar de BARBIE pq diz q ñ faz nada?
Gente Barbie era meu sonho de consumo, coisa linda e perfeita!
Sandy e Junior era tudooo e mais um pouco!
A INFÂNCIA tá virando tão "globalizada" tão moderna....e eles estão deixando pra trás a melhor fase da vida, a bondade, ingenuidade....

Triste....

Beijinhos!
http://belezzafemininna.blogspot.com

Ótima semana de NATAL!

http://belezzafemininna.blogspot.com

Twilight 4ever disse...

Oie! Concordo com vc, as crianças de hj em dia, só querem brinquedos caros, minha amiga(8anos) ñ gosta de brincar de boneca(Polly) porque não faz nd! Adorei a post!

wwwtwilight4ever.blogspot.com

Deisi disse...

Floor vota aki http://saladadefrutasbr.blogspot.com/ no CuteCupCake praa miim ? 'pooor favor ?!
Agradeeço muuito floor, conto com seu voto :)

Furada Teen disse...

Disse tudo florzinha *-* foi o que eu postei no meu blog ontem até os desenhos da nossa época eram melhores hoje em dia o povo só se interessa por robos e luta de pessoas que se tranformam,era bom sair com uma galera pra ir pra escola apé ou se sujar de lama depois de uma chuva pra brincar na rua e o povo hoje em dia só fica dentro de casa >.<

xoxo;* @ItsLooh

www.furadateen2.blogspot.com

Simony disse...

Concordo com vc,o mundo esta de ponta cabeça,estou seguindo seu Blog linda,segue de volta...bjs

Smily 2011 disse...

E' mesmo!
Quando era bebe,me lembro das crianças brincando,e hoja ja falando coisas de adulto :S

Thalita Oliveira disse...

Psé a infância de hoje em dia nem em sonhos passa perto do que foi a minha :S, minha infância durou até os 13 anos ~ acredite, com 13 anos eu ainda brincava de boneca *-* , e até hoje vez ou outra se eu vejo uma criança com uma boneca ainda dou um jeito de entrar na brincadeira -q ~ , hoje em dia as crianças com 13 anos já são até mães 'o' e os brinquedos dela são crianças de verdade 'o', imagine se o mundo adulto de hoje é formado por adultos que foram criados de forma normal, tipo com boas influências dos pais, da escola, da família e da sociedade a coisa tá do jeito que tá, imagine o mundo adulto que vai ser formado pelos adultos que são crianças hoje em dia ? Ou melhor, esses pequenos projetos ambulantes de adultos que vemos desfilando por ai né? Tem criança com 4 anos que já usa maquiagem e salto 15, aloka ! Enfim, tenho medo do futuro que me aguarda ._. , nunca pensei que diria isso, mas realmente tenho medo dele, tenho medo do que os meus filhos e netos (?) vão ver daqui a alguns anos...


Beijos, beijos